Depois de seis meses se alimentando apenas com o seu leite materno, chegou a hora de apresentar novos sabores ao(s) seu(s) pequeno(s).

É bom sempre lembrar que deve-se seguir sempre a orientação do pediatra.

Os alimentos devem ser introduzidos gradativamente e respeitar a idade dele(s).

Os especialistas dizem :

1: Os sucos (somente laranja-lima)entre as mamadas;

2 : As Frutinhas, cada dia um tipo. ( Sugestões : maçã, banana, mamão, pêra .... );

 Vale lembrar que algumas frutas soltam e outras prendem o intestino.

SOLTAM: Mamão, pêra, abacate, laranja, ameixa ...
PRENDEM: Maçã, banana maçã, goiaba...

3: As papinhas de legumes devem ser introduzidas aos poucos, um tipo de legume por vez. Acostumado(s) com o sabor adocicado do leite e das frutas, o(s) bebê(s) terá(ão) agora que aprender a gostar e se adaptar aos alimentos salgados. Se a(s) criança(s) não aceitar(em) a papinha, não ofereça a mamadeira em seguida, tente novamente depois de algum tempo!

 Não devemos bater os ingredientes no liquidificador, porque além de prejudicar o processo de mastigação, tiramos a oportunidade da(s) criança(s) conhecer(em) os sabores de cada alimento.  

 Quando a(s) criança(s) estiver(em) aceitando bem os alimentos, coloque pelo menos dois tipos do grupo dos legumes e dois do grupo das verduras.

Vale lembrar que devemos introduzir primeiro a alimentação salgada no almoço e depois que a(s) criança(s) estiver(em) acostumada(s), introduzir no jantar.

Lembre-se que em cada etapa, a mamãe deve ficar de olho nas reações da(s) criança(s). As reações do(s) seu(s) rostinho(s) é a melhor forma de identificar se você está ou não indo pelo caminho correto, pois a cada alimento é um “ OLHAR OU CARETA DIFERENTE“.

Observar sempre como o organismo da(s) criança(s) reagem aos alimentos.

4: Água
Ela entra em cena junto com as papinhas. Devendo oferecê-la após as refeições e entre uma mamada e outra.

É isso, o(s) seu(s) pequeno(s) está(ão) crescendo e começa(m) à partir de agora conhecer(em) novos gostos e ter opiniões próprias.

Vale lembrar que a educação alimentar de(s) seu(s) filho(s) é muito importante , pois ele(s) não conhece(m) nenhum alimento e paladar, ou seja tudo que você oferecer é novo para ele(s). O ideal é apresentar uma alimentação saudável e introduzir aos poucos todos os grupos de alimentos e sabores.

Dra. Luciana Lancellotti Arantes Cambauva - CRN 10955

Mande suas dúvidas sobre nutrição : lulancellotticambauva@gmail.com